Textos



            VISITA INESPERADA 
                                                                    
        Ela chega sem ser convidada
        E se instala   confortavelmente.
       Tento afugentá-la.
       Invento desculpas, ocupo-me
       Com tarefas desnecessárias.
       Ela não me dá trégua
      Cutuca-me com pensamentos
      Traça imagens que quero apagar
       Ela como uma mosca atrevida
      Passeia em meu cérebro
      Remoendo o passado
      Rodeando o presente
      Com seu zumbido estridente
  
       Cansada do seu comando
      Tomo uma atitude extrema
      Ofereço-lhe minha companhia
      Seguro esse nada que me rodeia
      Livro-me da própria arrogância
      Dependente de mim mesma
    
     Só então, percebo que eu posso
     Conviver bem com minha solidão
     E, sozinha na multidão, sou parte dela
     Empoderada de mim mesma
    Seguro o mundo, o mundo que tenho
    E, entronizada com o Universo
    Afago meu mundo nada perfeito
   E uma voz lá da consciência me diz:
   Você pode fazê-lo melhor.
    
 
 
 
    

    
     
 
vera lucia Calza
Enviado por vera lucia Calza em 23/08/2019


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr