Textos


                COVID -19 
 
     O VÍRUS QUE PAROU O MUNDO                    
                         ATO  I  
  
A morte não é o fim porque a esperança vive 
Nas janelas que entoam cantos, na certeza 
 Que  tudo vai passar, novo e tempo chegará
E quem ficar, nova vida recomeçará.
Seguir cuidados prescritos para afastar o vírus 
Cobrir o rosto com máscaras e abrir o coração 
Esconder o rosto, higienizar as mãos, reciclar a vida  
Para fazer uso da solidariedade, dividir para somar 
O vírus nos fez mais fortes, nos libertou da cegueira  
De não ver injustiças, egoísmo, desigualdades 
Escancarando tragédias silenciosas ou explícitas. 
Vivemos um tempo inusitado, sem fim determinado 
E   uma pergunta que não quer calar. 
Por que? Até quando?
Quantas vidas  ainda serão seifadas ?
O monstrinho ,quieto e sorrateiro
Ataca sem escolher vítimas 
Uma vacina  empacada
A política  divide seringas e rótulos
 Resta-nos a dor da espera


 
 
vera lucia Calza
Enviado por vera lucia Calza em 11/12/2020


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr